Já garantiu seu salto?!
Não saia antes de garantir seu dia!

A Sky Company está preparada para responder qualquer dúvida que tenha em relação aos saltos e pacotes oferecidos.

Venha curtir essa aventura com
segurança e qualidade.
Agende seu Salto

Pulando do avião: como é a hora de sair?

Pulando do avião: como é a hora de sair?

Você sabia que a experiência de saltar de paraquedas começa antes do momento em que você está pulando do avião? Entenda o motivo para isso!

 

Saltar de um avião em movimento a mais de 10.000 pés acima do solo pode até parecer loucura para algumas pessoas, mas certamente é uma daquelas experiências que ficam gravadas em sua memória.

 

Não é por acaso que todos os anos, milhares de pessoas exploram a ideia de fazer exatamente isso.

 

A boa notícia é que fazer um salto desses não se resume ao momento em que você está pulando do avião. A verdadeira experiência começa bem antes… na hora em que você embarca na aeronave.

 

Você será solicitado a sentar em um banco comprido, com o resto dos paraquedistas. Seu instrutor começará a dar algumas dicas e começa a prendê-lo em vários lugares antes do momento de pular.

 

Mas será que é somente isso que acontece durante o período que você está dentro do avião ou existem outras atividades? Continue lendo o artigo e descubra!

O que acontece no avião?

Antes mesmo de embarcar, o que costuma chamar a atenção das pessoas é o tamanho das aeronaves.

 

Os aviões usados ​​para paraquedismo são geralmente pequenos, mas dependendo do porte da empresa e de quantas pessoas vão pular, são utilizados modelos que conseguem comportar até 20 passageiros.

 

Independentemente do tamanho, a subida no avião levará cerca de 15 minutos.

 

Você estará sentado em frente ao seu instrutor de paraquedismo, provavelmente dividindo o espaço junto com outros paraquedistas. Nesse momento, tente vislumbrar o altímetro do instrutor, que é o equipamento que indica a altitude em que você está – é interessante vê-lo passar de 0 a 10.000 pés!

 

No caminho, você receberá todas as instruções necessárias para que o salto possa ser realizado com sucesso. Algumas das informações estão relacionadas aos movimentos que você deverá fazer e também sobre os sinais que serão utilizados para comunicação

 

Em linhas gerais, os procedimentos realizados durante o voo serão algo como isto:

 

A cerca de 8.000 pés, o instrutor se prenderá ao seu cinto e aos 10.000 pés, você e ele vão começar a se aproximar da saída, afinal, não é fácil mover-se com uma pessoa de costas.

 

Na porta, você cruza os braços sobre o peito, levanta os pés, pendura no instrutor e encosta a cabeça no ombro dele. Durante esse momento, ele pode se inclinar para fora da porta aberta para ver o chão.

 

Quando finalmente você estiver na zona de queda, começa a transição do momento em que você está prestes a saltar do avião e para o início da sua queda livre, caindo a 200 quilômetros por hora.

 

Você cairá livremente por 45 a 60 segundos, então tente prestar atenção a cada segundo.

 

Em torno de 5.500 pés, se inicia a abertura do paraquedas. Essa segunda etapa costuma durar entre 4 a 8 minutos – dependendo do clima, da personalidade do seu instrutor e do seu desejo de brincar.

 

Nesse momento, o profissional responsável pode passar o controle do equipamento para você, que poderá comandar os movimentos (dentro do que o instrutor considerar seguro) até se aproximarem do solo e se preparar para o pouso do paraquedas.

A relação entre os aviões e o seu salto

Se você é um iniciante, provavelmente deve estar se perguntando como o avião pode afetar o seu salto.

 

Pois saiba que a aeronave que vai levá-lo ao céu tem uma influência enorme em sua experiência geral de paraquedismo. Veja três fatores afetados pelo avião que fará o seu transporte:

1 – A altitude

Curioso por que diferentes empresas anunciam diferentes altitudes para os saltos?

 

Alguns lugares anunciam saltos de 13.000, 15.000 e até 18.000 pés, enquanto outros oferecem apenas até 10.000. Praticamente sem exceção, essa altitude anunciada está relacionada com o avião que eles estão usando.

2 – O tempo

Eis os fatos: quanto menos tempo você gasta para chegar na altitude estipulada, menos tempo você gasta no avião ficando nervoso. Isso ajuda. Muito.

 

Embora muitas empresas levem os saltadores até os mesmos níveis de altitude, dependendo da configuração do avião utilizado, pode ser necessária uma quantidade muito diferente de tempo para chegar lá: de sete a vinte e poucos minutos.

 

3 – O conforto

Muitos aviões pequenos, da categoria monomotor podem suportar apenas três saltadores e o piloto.

 

Nesses ambientes, o espaço é bastante reduzido e apertado. Isso significa que talvez serão necessárias algumas “manobras” até que você chegue a saída.

 

De forma contrária, os aviões maiores oferecem mais espaço e comportam mais pessoas. Isso permite que a experiência seja mais agradável.

 

pulando-do-aviao-salto

A experiência antes do salto

Como você percebeu, a experiência de saltar de paraquedas não começa simplesmente pulando do avião.

 

Existem diversas outras etapas que acontecem antes e que constroem a verdadeira experiência do paraquedismo.

 

Portanto, da próxima vez que você for se aventurar, aproveite ao máximo todas as fases do processo, inclusive a parte em que você está dentro do avião!

 

Aproveite o momento para curtir a vista, conversar com os outros participantes, contemplar a natureza e relaxar. Por mais que a adrenalina seja dominante nessa hora, a tranquilidade de voar e se perceber como um pequeno pedaço do planeta é única.

 

Portanto, deixe todos os medos em terra firme e contemple uma das aventuras mais prazerosas da sua vida.

Postagens Relacionadas

logo WhatsApp

Entre em contato com a Sky Company Paraquedismo:

como chegar
clique aqui e trace sua rota pelo Waze
como chegar de ônibus
© Copyright 2020 | Sky Company Paraquedismo - Boituva, SP | Todos os direitos reservados - Política de Privacidade