Já garantiu seu salto?!
Não saia antes de garantir seu dia!

A Sky Company está preparada para responder qualquer dúvida que tenha em relação aos saltos e pacotes oferecidos.

Venha curtir essa aventura com
segurança e qualidade.
Agende seu Salto

Saltar de paraquedas sozinho: veja como isso é possível

Saltar de paraquedas sozinho: veja como isso é possível

Saiba mais sobre o que você precisa fazer para encarar a adrenalina de saltar de paraquedas sozinho

 

Em um primeiro momento, saltar de paraquedas sozinho pode parecer assustador. Mas não para quem curte aquela sensação de adrenalina e frio na barriga.

 

Se você já saltou de paraquedas e se impressionou com a experiência, é bem possível que você tenha pensado em fazer isso sozinho, ou até mesmo se tornar um profissional nessa área tão cheia de adrenalina e aventura.

 

Muitas pessoas se impressionam ao pular pela primeira vez e isso acaba despertando certa curiosidade sobre como encarar essa aventura sozinho. Entretanto, é necessário entender alguns detalhes antes.

 

Para você conseguir realizar um salto solo de paraquedas, é preciso passar por um treinamento antes. Isso requer alguns requisitos.

 

Saiba mais sobre como é possível saltar de paraquedas sozinho e quais cursos devem ser realizados para se tornar apto a viver essa aventura!

 

Qual curso devo fazer?

 

Existe um curso específico e considerado o mais moderno e seguro método de ensino: o AFF (Accelerated Free Fall). O curso também é oferecido na Sky Company!

 

O AFF foi desenvolvido nos Estados Unidos. Mas hoje é ensinado no mundo inteiro por ser um dos mais procurados por quem quer aprender a saltar de paraquedas sozinho.

 

Para quem quer ser profissional ou aprender manobras radicais durante os saltos, há outros cursos também. Porém, é necessário ter feito o AFF antes de qualquer coisa.

 

O que preciso para fazer o AFF?

 

É necessário ter um exame para comprovar autorização do médico para estar apto a realizar o curso.

 

Como funciona o AFF?

 

O Accelerated Free Frall é dividido entre duas etapas: a parte teórica e a parte prática.

 

Parte teórica

É nesse momento em que os alunos terão 10 horas de aula sobre todas as técnicas necessárias para praticar o esporte de maneira segura.

 

Isso inclui entender sobre o funcionamento do paraquedas, qual sua composição, o que é a posição de queda livre (box-position), como acionar e pilotar o paraquedas e quais os procedimentos necessários caso exista alguma emergência.

 

Durante a parte teórica, ainda haverá simulações por meio de equipamentos de alta tecnologia que se mantêm suspensos horizontal e verticalmente. Tudo isso para que o aluno adquira a confiança para passar para a parte mais importante: a prática.

 

Parte prática

parte-pratica-curso-aff

 

É aqui que a adrenalina começa e é esse o momento mais esperado pelos alunos! A parte prática do AFF é dividida em 7 níveis. Em cada nível o aluno receberá um treinamento específico de, em média, 30 minutos (chamado de briefing).

 

Depois do salto, o aluno passa por uma avaliação. O debriefing serve para saber quais pontos precisam ser melhorados e como aprimorar o salto. Nos três primeiros níveis, ainda há acompanhamento de dois instrutores, nos demais, somente um instrutor.

 

Os instrutores acompanham o aluno durante o salto. Dessa forma, todos os objetivos serão cumpridos da melhor forma possível até chegar ao comando solo do paraquedas. Também conhecida como a parte mais esperada!

 

Entendendo melhor os níveis da parte prática

 

Se você quer saber mais detalhes sobre os 7 níveis citados acima, aqui vão mais algumas informações:

 

Nos níveis 1, 2 e 3, os alunos serão acompanhados pelos dois instrutores para manter uma boa posição e estabilidade durante a queda livre. Não queremos nenhum imprevisto ou risco durante esse processo, é tudo feito com muito cuidado e atenção!

 

São nesses níveis que as simulações acontecem. Ou seja, é aqui que os alunos entendem mais sobre o comando do paraquedas durante a queda-livre, como executar as curvas para todos os lados e como saltar sozinho pela primeira vez.

 

Depois dos três primeiros níveis, a coisa fica mais complexa. É aqui que os alunos poderão fazer curvas de 90 graus tanto para a direita quanto para a esquerda. Isso tudo no voo livre!

 

O instrutor ficará perto do aluno durante o voo para auxiliá-lo e ser uma referência durante a queda livre.

 

Demais, né?

 

O nível 5 é bem parecido com o nível 4. O que muda é apenas o nível das curvas, ao invés de ser 90 graus como no nível 4, o nível 5 passa a ser 360. É aí que a adrenalina vai aumentando e tornando tudo mais radical.

 

No nível 6 a coisa fica mais séria: é aqui que o aluno poderá realizar uma saída solo e até dar a cambalhota (back loop) e o track (a separação na horizontal do instrutor antes do comando real do paraquedas).

 

No último nível, o aluno fará a saída chamada “mergulho”. Iniciando uma sequência de movimentos como front-loop, back-curvas 360 graus e track. Além disso, os saltos realizados após esse nível podem ser feitos até adquirir a Categoria A, que equivale a 25 saltos.

 

E aí, gostou?

 

Se você se interessou pelo curso e deseja saltar de paraquedas sozinho, a Sky Company é uma ótima opção para te acompanhar durante esse processo!

 

Com mais de 25 anos de experiência e diversos cursos especializados em paraquedismo, a Sky Company pode te acompanhar durante essa trajetória de ser o mais novo profissional da área. Tudo isso com muita segurança e profissionalismo!

 

Postagens Relacionadas

logo WhatsApp

Entre em contato com a Sky Company Paraquedismo:

como chegar
clique aqui e trace sua rota pelo Waze
como chegar de ônibus
© Copyright 2020 | Sky Company Paraquedismo - Boituva, SP | Todos os direitos reservados - Política de Privacidade