Já garantiu seu salto?!
Não saia antes de garantir seu dia!

A Sky Company está preparada para responder qualquer dúvida que tenha em relação aos saltos e pacotes oferecidos.

Venha curtir essa aventura com
segurança e qualidade.
Agende seu Salto

5 mitos sobre o curso de paraquedismo

5 mitos sobre o curso de paraquedismo

Descubra as principais curiosidades sobre o curso de paraquedismo 

Se tem um curso em que você vai viver muitas emoções, com certeza é com o curso de paraquedismo.

 

Contudo, ainda é muito comum que ocorram algumas “fake news” sobre o paraquedismo, o que pode acarretar em desistências de quem se interessa pelo esporte.

 

Entender um pouco mais sobre o paraquedismo pode ser essencial para te ajudar a criar coragem para enfrentar o medo, sem as amarras das notícias falsas.

 

Para isso, é preciso se atentar ao que realmente é verdade. Dessa forma, você não deixará de experimentar uma sensação incrível por conta do famoso “disse me disse”.

 

Hoje a Sky Company separou algumas curiosidades sobre o curso de paraquedismo e como você pode se tornar um atleta e viver de saltos. Vamos lá!

Mitos sobre o curso de paraquedismo

Antes de explicarmos mais sobre como funciona o curso em si, separamos alguns mitos que são bastante conhecidos. 

A aterrissagem do salto pode machucar

Você possivelmente já ouviu falar que o impacto causado pelo paraquedas machuca, certo? Bem, estamos aqui para dizer que isso é apenas um mito! 

 

A aterrissagem não machuca, uma vez que é um movimento que ocorre de uma maneira gradual e que leva somente quatro segundos para ser concluído. Ou seja, é rápido e mais tranquilo do que se imagina!

 

Na realidade, o que acontece é apenas uma falsa sensação de que o impacto no momento de abrir o paraquedas é brusco e pode machucar, quando na verdade é apenas uma ilusão de ótica que cria essa ideia equivocada.

Existem grandes chances do pouso ser em um local inesperado

Outro mito bastante falado, mas sem qualquer tipo de sentido, também se trata da segurança do pouso. 

 

Nesse caso, estamos falando de situações inesperadas, onde os atletas podem pousar em árvores, em cima de construções, no meio de lagos e rios, etc.

 

Não estamos dizendo que não existem possibilidades de imprevistos. Porém, no paraquedismo oferecido pelas escolas altamente qualificadas, temos um cenário seguro para a prática do esporte. 

 

A região do salto – como em Boituva, onde a Sky Company está localizada – é plana, sem árvores ou qualquer tipo de obstáculo que possa causar perigo aos praticantes. 

 

Então, se você decidir saltar de paraquedas, fique tranquilo! As chances disso acontecer são bem reduzidas.

É obrigatório usar máscaras de oxigênio nos saltos

Este também é um mito que tende a colocar medo em alguns curiosos sobre o paraquedismo. 

 

É importante ressaltar que os saltos de paraquedas mais comuns, oferecidos para aventureiros iniciantes e experientes, dispensam o uso de máscaras de oxigênio.

 

Ou seja, para quem está dentro do curso de paraquedismo, não haverá necessidade do uso das máscaras de oxigênio, principalmente se a altura for menos de 5 mil metros.

 

Na verdade, a exigência só é válida quando a altitude do salto for além de 5.500 metros, uma vez que a partir dessa altura, a capacidade de encontrar oxigênio em abundância fica limitada.

 

Isso resulta em uma condição chamada hipóxia, onde o organismo não tem a capacidade de manter as funções corporais ativas. No entanto, a altura do salto de paraquedas geralmente é bem tranquila e não exige máscaras.

O voo alto pode ser perigoso

Um dos mitos mais clássicos que envolvem o salto de paraquedas é o que diz que “quanto maior a altitude, maior o perigo”. Isso, com toda a certeza, está longe de ser verdade.

 

Muito pelo contrário, a altitude permite aproveitar muito mais o momento de queda livre, além de oferecer mais tempo para o paraquedista agir caso haja algum problema durante o salto.

 

O fato de a tecnologia ter contribuído para a modernização dos equipamentos também contribui para uma maior segurança ao saltar.

Paraquedismo não pode ser profissão

Diferente do que as pessoas mais céticas acreditam, o paraquedismo, assim como qualquer outra profissão, deve ser levada à sério.

 

Atualmente, muitos atletas em potencial desistem pois acreditam que saltar de paraquedas pode não resultar em frutos financeiros. 

 

Aqui na Sky Company já falamos um pouco sobre as áreas que um atleta pode atuar após o curso de paraquedismo. Clique aqui e confira!

Como funciona o curso de paraquedismo da Sky Company?

Se você teve o seu primeiro contato com o paraquedismo e realmente gostou do que viveu, você poderá investir no curso para se tornar um profissional.

 

Lembrando que uma pessoa só poderá saltar sozinha se já possuir sua formação no curso, afinal, esse esporte radical requer prática e cuidado.

 

A partir daí, você poderá se matricular no curso Accelerated Freefall (AFF), um curso desenvolvido nos Estados Unidos que é o método mais fácil e rápido para você aprender de forma segura e didática sobre o esporte.

 

Na Sky Company, o curso AFF na parte teórica conta com 10 horas de aulas, abordando todas as técnicas desenvolvidas de forma segura no paraquedismo, incluindo o funcionamento do paraquedas e suas partes.

 

Além disso, a parte prática do curso se divide em 7 níveis. Em cada um dos níveis, o aluno receberá um treinamento específico de 30 minutos cada, e após o salto, será submetido a uma avaliação.

 

O curso de paraquedismo da Sky Company ajuda a formar diversos profissionais capacitados e conta com segurança e diversão para todos que querem se tornar paraquedistas. Entre em contato e saiba mais.

 

Postagens Relacionadas

logo WhatsApp

Entre em contato com a Sky Company Paraquedismo:

como chegar
clique aqui e trace sua rota pelo Waze
como chegar de ônibus
© Copyright 2022 | Sky Company Paraquedismo - Boituva, SP | Todos os direitos reservados - Política de Privacidade