Já garantiu seu salto?!
Não saia antes de garantir seu dia!

A Sky Company está preparada para responder qualquer dúvida que tenha em relação aos saltos e pacotes oferecidos.

Venha curtir essa aventura com
segurança e qualidade.
Agende seu Salto

A importância da história da aviação para o paraquedismo

A importância da história da aviação para o paraquedismo

Descubra como a evolução da aviação permitiu o desenvolvimento de um dos esportes radicais mais procurados pelos fãs de adrenalina

 

A história da aviação tem grande relação com a criação e desenvolvimento do paraquedismo, já que ambos representam a busca do homem pelo desejo de conquistar o céu igual os pássaros fizeram desde sempre.

 

Assim, voar sempre foi uma busca incessante dos grandes inventores que, após séculos de tentativas, conseguiram dominar a tecnologia para fazer o, até então, impossível: dominar a física para fazer suas máquinas voadoras dominarem o espaço aéreo.

 

Desse modo, a história da aviação pôde evoluir ao longo dos anos e, por consequência, contribuiu diretamente para a criação e popularização do paraquedismo. Quer saber mais? Então, confira o conteúdo que preparamos sobre o assunto, logo abaixo.

A história da aviação: de Leonardo da Vinci até Santos Dumont

A primeira máquina viável para conquistar o céu foi concebida pelo inventor italiano Leonardo da Vinci, que criou vários desenhos de planadores e ornitópteros. No entanto, esses projetos não saíram do papel e foi impossível verificar a capacidade deles em voar.

 

Alguns séculos depois, já em 1700, muitos inventores tentaram criar algo que saísse do papel, deixando de ser uma mera ideia para se concretizar em algo prático, eficiente e, principalmente, seguro.

 

Desse modo, a trajetória da aviação começava a tomar forma. Em 1709, Bartolomeu de Gusmão levantou voo com seu balão de ar quente, onde conseguiu experimentar a sensação de voar, apesar do pouco controle sobre o meio de transporte.

 

Já o ano de 1852 marcou outro feito para a aviação mundial: Henri Giffard emprestou a ideia do balão de ar quente e inventou o primeiro dirigível da história, mesmo funcionando de modo ligeiramente diferente, já que o balão é alimentado com gás hélio ou hidrogênio. O fato é que a invenção funcionou muito bem.

Santos Dumont e os Irmão Wright

Esse tópico costuma ser divergente e pode trazer visões diferentes de quem a conta. No entanto, é inegável reconhecermos a história de Dumont e dos irmãos Wright para a história da aviação. Afinal, eles foram responsáveis diretos pelos aviões que, atualmente, levam milhões de pessoas todos os dias ao redor do mundo.

 

Rivalidade à parte, esses inventores foram importantíssimos para a história da aviação e, por consequência, do paraquedismo mundial. Graças aos esforços de cada indivíduo, as máquinas voadoras puderam ser aprimoradas com o passar dos anos e, dessa forma, conquistaram os céus do mundo todo.

As máquinas voadoras não foram o bastante

Apesar do grande feito dos inventores que dedicaram suas vidas na criação de máquinas que pudessem carregar passageiros em segurança, várias pessoas não se sentiram satisfeitas em ficar apenas voando em uma aeronave.

 

Com base nisso, esses “inquietos” começaram a procurar novas maneiras de sentir a sensação de voar, em um movimento que se assemelhava ainda mais aos pássaros, onde a ideia não era ficar apenas no cesto de um balão ou no cockpit de um avião.

 

Assim, após vários estudos, projetos e tentativas, eis que o homem conseguiu um feito incrível: saltar com um equipamento que pudesse aliviar a queda e, com isso, proporcionar uma sensação de voar incrível e que recebeu o nome de paraquedismo.

O paraquedismo é criado

Andre-Jacques Garnerin, um francês nascido em Paris no ano de 1769, sempre foi um apaixonado pelas invenções, principalmente aquelas que podiam voar e, dessa forma, se assemelhar ao máximo com os pássaros.

 

Essa paixão permitiu que Garnerin criasse vários protótipos, que logo evoluíram para uma invenção eficiente e segura, que, dessa maneira, possibilitaram ao francês realizar seu maior sonho: saltar de uma altura considerável para chegar ao solo em segurança – e com a adrenalina bem alta.

 

A questão é que esse feito só foi possível pelo balão ter sido inventado décadas antes, fato que alimentou a vontade de Garnerin em realizar seu ousado plano que era, até aquele momento, inédito.

 

Leia também: Pulando do avião: como é a hora de sair?

 

historia-da-aviacao-paraquedismo

O paraquedismo nos dias modernos

Desde a época de Garnerin e, posteriormente, de Santos Dumont, a história da aviação se transformou e permitiu invenções que, até então, eram inimagináveis. Atualmente, temos máquinas que voam acima da velocidade do som, da mesma forma que temos uma tecnologia surpreendente no paraquedismo.

 

O fato é que os aviões ajudaram muito no desenvolvimento do paraquedismo, que, de certa forma, manteve os responsáveis pelo desenvolvimento do esporte com vontade de superar seus limites para entender até onde era possível chegar.

 

E, como percebemos nos dias atuais, saltar de paraquedas avançou de forma surpreendente para se tornar um dos esportes radicais mais apaixonantes – e seguros – da face da terra. Seja pelo avião ou pelo desejo daqueles que buscaram imitar os pássaros, é fato que essa conquista foi alcançada com muito sucesso.

 

Postagens Relacionadas

logo WhatsApp

Entre em contato com a Sky Company Paraquedismo:

como chegar
clique aqui e trace sua rota pelo Waze
como chegar de ônibus
© Copyright 2020 | Sky Company Paraquedismo - Boituva, SP | Todos os direitos reservados - Política de Privacidade
parceria: |