Já garantiu seu salto?!
Não saia antes de garantir seu dia!

A Sky Company está preparada para responder qualquer dúvida que tenha em relação aos saltos e pacotes oferecidos.

Venha curtir essa aventura com
segurança e qualidade.
Agende seu Salto

Conheças as mulheres mais famosas do paraquedismo mundial

Conheças as mulheres mais famosas do paraquedismo mundial

A atuação das mulheres no paraquedismo é reflexo da luta por uma sociedade mais justa participativa

Seja por meio de profissões, liderança política e prática de esportes, as mulheres vêm demonstrando diariamente que os conceitos de que determinadas atividades só são desempenhadas por homens não passam mitos.

E isso não seria diferente no contexto de mulheres no paraquedismo. Veja quem são as atletas, instrutoras e militares que estão conquistando o céu do mundo todo e por que sua participação nessa atividade é fundamental para a consolidação dessa prática esportiva.

Presença feminina na história do paraquedismo

Você sabia que um dos primeiros saltos da história do paraquedismo foi realizado por ninguém menos que uma mulher? Na cidade de Paris, capital francesa, em 1799, Jeanne Geneviève Labrosse se entregava à paixão pelo salto utilizando os experimentos do seu marido, que criou o paraquedas sem moldura.

Mas não é só a Europa que abriga em sua história a participação de mulheres no paraquedismo. No Brasil, a capixaba Rosa Shorling foi a primeira brasileira a entrar para a história do esporte.

Em novembro de 1940, ela realizou um estonteante salto na Baía de Guanabara. Dez anos mais tarde, ela escreveu um mais um capítulo importante na história do esporte no país quando foi a primeira mulher a obter o brevê de paraquedista no território nacional.

Destemidas por natureza

Seja para dedicar-se às atividades do exército, participar de competições ou servir de inspiração para outras mulheres saltar de paraquedas, nos 4 cantos do mundo sempre haverá uma referência feminina que se dedica a essa atividade.

Vanessa Felix

Em 2009, a 3º Sargento abriu caminhos de uma jornada de atuação das mulheres no paraquedismo. Ela foi a primeira brasileira militar a obter o brevê de paraquedista da Força Aérea Brasileira.

Nos exames preparatórios, Vanessa demonstrou que não estava ali para brincadeira. O índice de aproveitamento em todos os processos foi de 100%.

Alessandra Serrano Rosa

Paraquedista portuguesa, Alessandra foi nomeada a única paraquedista instrutora de Paraquedismo Militar da tropa do exército do seu país. Desde cedo, seu sonho foi ingressar no exército e evoluir na carreira.

Em 1992, ela entrou nas Forças Armadas têm seguido um caminho pioneiro na história da representatividade feminina em Portugal.  Um dos seus objetivos é dividir o seu posto com outras mulheres.

Amy Chmelecki

É considerada uma das melhores paraquedistas do mundo e pioneira na participação de competições de paraquedismo. Com o projeto intitulado Fly Girls, Amy  reuniu mais 20 saltadoras para um salto coletivo de paraquedas na Flórida.

O resultado dessa ação foi o recorde mundial de mais saltos de paraquedas femininos realizados ao mesmo tempo. A parte mais incrível desse recorde é que, na primeira tentativa, foi possível atingi-lo.

O projeto Fly Girls, apesar de ter como foco o protagonismo das mulheres no paraquedismo, também abre espaço para outras questões de extrema importância. Ele tem aberto discussões e debates sobre direitos a salários iguais, oportunidades no mundo esportivo e apoio à participação feminina em esportes e competições.

Ágatha Brenda Rodrigues Lima

A Sargento da Base Aérea de Campo Grande (MS) conquistou o brevê de paraquedista. Ela foi a única mulher a realizar o Curso de Paraquedismo Militar da Aeronáutica ao lado de 31 homens.

Ágatha cumpriu com excelência toda rotina de exercícios intensos, instruções e treinamentos.  Sua função no exército era desempenhada na área administrativa, mas seu desejo sempre foi atuar no campo operacional.

Carla Costa

Em 2018, a atleta portuguesa de 46 anos bateu o recorde mundial feminino de paraquedismo em grande formação. A prova foi realizada na Ucrânia,  no Aeródromo de Korotich, em Kharkov.

Carla Costa e outras 59 paraquedistas europeias saltaram de três aeronaves que sobrevoavam mais 5500 metros de altitude. Elas realizaram a formação de 3 pontos, o que garantiu a superação do recorde que tinha sido alcançado por 56 paraquedistas no ano de 2016.

O que essas mulheres têm em comum?

Quando a gente se depara com exemplos de mulheres no paraquedismo como os que acabamos de citar, podemos achar que essas histórias são atípicas e que existe todo um contexto extraordinário por trás de cada uma dessas paraquedistas.

Na verdade, o ponto de partida de todas elas foi a disposição em realizar o primeiro salto, viver novas experiências e superar obstáculos. São exatamente esses fatores que estão fazendo com que mulheres deem o primeiro passo e lutem por igualdade e posições.

No contexto do paraquedismo, o que todas têm em comum e você também pode se incluir nisso é o primeiro salto. Ninguém bate recorde ou conquista uma posição importante nas atividades militares sem ter realizado o salto duplo.

É essa modalidade do paraquedismo que abre portas, caminhos e jornadas para grandes destaques. Portanto, você também pode ocupar um lugar especial na história do paraquedismo feminino.

Para isso, basta agendar seu salto duplo e desfrutar todas as sensações que o primeiro mergulho no céu proporciona. A equipe da Sky Company disponibiliza toda infraestrutura e recursos para isso e ficará feliz em fazer parte desse momento importante de superação e determinação.

agende seu salto

Postagens Relacionadas

logo WhatsApp

Entre em contato com a Sky Company Paraquedismo:

como chegar
clique aqui e trace sua rota pelo Waze
como chegar de ônibus
© Copyright 2019 | Sky Company Paraquedismo - Boituva, SP | Todos os direitos reservados - Política de Privacidade
parceria: |