Já garantiu seu salto?!
Não saia antes de garantir seu dia!

A Sky Company está preparada para responder qualquer dúvida que tenha em relação aos saltos e pacotes oferecidos.

Venha curtir essa aventura com
segurança e qualidade.
Agende seu Salto

Semelhanças entre o primeiro paraquedas e os usado atualmente

Semelhanças entre o primeiro paraquedas e os usado atualmente

Descubra como foi a evolução do paraquedas com o passar dos anos até os dias atuais

 

O paraquedismo moderno é uma atividade que surgiu recentemente, com uma história que ainda não completou nem cem anos. No entanto, o primeiro paraquedas foi pensado há centenas de anos, onde os primeiros protótipos já revelavam o desejo do homem em voar de alguma maneira.

 

Assim, o equipamento sofreu várias alterações com o passar do tempo, mas a base de funcionamento, entre outras ideias, permaneceu mesmo com criações originadas de pessoas diferentes.

 

Quer conhecer as semelhanças entre o primeiro paraquedas e as versões atuais do equipamento? Confira o post que preparamos sobre o assunto, logo abaixo.

A ideia do paraquedismo surge na China

Os primeiros relatos do paraquedismo são datados do século XIV, onde chineses utilizavam guarda-sóis para saltar de torres durante as festas para o imperador e, assim, animar o público presente.

 

Apesar de não serem paraquedas presos às costas como conhecemos hoje, os relatos mostram que os homens, de alguma forma, tinham o desejo de saltar de pontos altos e imitar os pássaros, mesmo que a queda não representasse exatamente um voo.

 

Leia também: Tudo Que Você Precisa Saber Antes De Saltar De Paraquedas

Leonardo da Vinci e o paraquedas em forma de pirâmide

O primeiro equipamento que se assemelhava com um paraquedas, de fato, foi desenhado por Leonardo da Vinci e ostentava a forma de uma pirâmide.

 

O tecido era preso nos ombros e em parte das costas do paraquedista, que conseguia descer com certa suavidade até o chão.

 

No entanto, a inovação atuou mais como um protótipo do que como um equipamento a ser usado constantemente. De qualquer forma, da Vinci mostrou um pouco da sua genialidade e provou que, com a tecnologia certa, seria possível realizar quedas livres de lugares altíssimos até o chão – em segurança, o que era mais importante.

O primeiro paraquedas é criado por André-Jacques Garnerin

Mais algumas dezenas de anos se passaram até o primeiro paraquedas ser inventado e utilizado em um teste mais prático, com uma altitude realmente grande, se considerarmos a época.

 

Era 1797 e o francês André-Jacques Garnerin saltou de um balão que voava a mais de 900 metros de altura segurando apenas um tecido de seda. O equipamento em forma de guarda-chuva tinha, aproximadamente, sete metros de comprimento e levou o inventor até o chão em segurança. Nascia assim o primeiro paraquedas com conceitos que são aplicados até os dias atuais.

Paraquedas de Da Vinci

O século XX e a explosão do paraquedismo

Após os testes e provas de conceito que apresentamos aqui, o primeiro paraquedas pôde evoluir para chegar até o equipamento que temos hoje: seguro, compacto, com recursos extra de segurança – como o paraquedas reserva – e pronto para atender um dos esportes radicais mais desejados do planeta.

 

Na Primeira Guerra Mundial, o paraquedas foi aperfeiçoado para proteger os soldados em eventuais situações, onde eles poderiam saltar em segurança, caso a aeronave fosse comprometida em voo. E os paraquedas, presos aos soldados, permitiam uma descida segura até o solo.

 

Já na Segunda Guerra Mundial, o crescimento do uso do paraquedas foi extremamente alto, com as tropas de aliados e nazistas utilizando o equipamento para fazer invasões em massa nos pontos estratégicos. Assim, os paraquedas eram utilizados como recursos de ataque, sendo extremamente importantes em combate.

A década de 1970 até os dias atuais

Após o fim da Segunda Guerra Mundial, e com o avanço das tecnologias de materiais, os paraquedas sofreram evoluções e puderam trazer ainda mais segurança para os paraquedistas. Agora, os paraquedas contavam com o sistema de três argolas, o que garantia dirigibilidade e controle de voo.

 

Na década seguinte, surgiram os paraquedas de 9 células, o que possibilitou a invenção dos saltos duplos e novos métodos de queda livre. Com essa rápida evolução, o paraquedismo deixou de ser um equipamento de uso militar para cair no gosto do grande público, que passa a investir na atividade para inventar novas modalidades e competições com o paraquedas.

Centenas de anos e um mesmo conceito

Apesar das óbvias evoluções que o primeiro paraquedas sofreu com o passar dos anos, seu conceito e algumas ideias ainda permanecem intactas. Nesse sentido, a capacidade de prender o equipamento ao corpo do paraquedista, além de utilizar um tecido leve para sustentar a queda, se mostraram úteis para a história do paraquedismo.

 

Mesmo que, infelizmente, esse equipamento tenha sido utilizado em duas guerras mundiais, sua tecnologia contribuiu para o homem desbravar o céu, sentir um pouco da liberdade que os pássaros têm ao voar e, principalmente, usaram a invenção para se divertir com a capacidade de saltar de grandes alturas para chegar ao chão em segurança.
Assim, o paraquedismo atual só foi possível graças às ideias de alguns homens que acreditaram e desafiaram as leis da física – com muito sucesso, por sinal. Portanto, se hoje é possível saltar de paraquedas em segurança, temos que agradecer aos grandes gênios da história mundial.

Postagens Relacionadas

logo WhatsApp

Entre em contato com a Sky Company Paraquedismo:

como chegar
clique aqui e trace sua rota pelo Waze
como chegar de ônibus
© Copyright 2020 | Sky Company Paraquedismo - Boituva, SP | Todos os direitos reservados - Política de Privacidade
parceria: |