Já garantiu seu salto?!
Não saia antes de garantir seu dia!

A Sky Company está preparada para responder qualquer dúvida que tenha em relação aos saltos e pacotes oferecidos.

Venha curtir essa aventura com
segurança e qualidade.
Agende seu Salto

História dos esportes: 5 museus que você não pode deixar de conhecer

História dos esportes: 5 museus que você não pode deixar de conhecer

Se você gosta de aprender sobre a história dos esportes, conheça 5 opções de museus para visitar quanto antes!

 

Observar os profissionais em ação pode ensinar muito sobre cada esporte e suas estratégias atuais, mas saiba que frequentar museus também pode ser uma prática muito interessante.

Com eles você consegue aprender sobre os aspectos invisíveis das instituições esportivas e conhecer os maiores legados de cada modalidade.

Até porque grandes jogos e grandes atletas vão e vêm, mas de vez em quando, os fãs de esportes tem a oportunidade de assistir uma lenda em formação. E nessas horas é fundamental garantir que esses momentos sejam capturados e consagrados para sempre.

Por isso, preparamos uma lista de museus para visitar e conhecer a história dos esportes que você mais gosta! Confira:

1 – Museu do Futebol

Nada mais adequado do que começar com o esporte que faz parte da história do Brasil é uma verdadeira febre nacional, o futebol.

Localizado dentro do Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho (no bairro do Pacaembu, em São Paulo), o Museu do Futebol de São Paulo possui uma área de 6,900 metros quadrados dedicado à história e importância do futebol no Brasil.

Ele está localizado embaixo das arquibancadas do estádio e foi construído num período de 13 meses e inaugurado em 2009.

O Museu do Futebol possui 16 salas de exposições permanentes, além de várias exposições temporárias. As exposições permanentes oferecem aos visitantes a oportunidade de conhecer a história e a importância do futebol na cultura brasileira, assistir alguns dos melhores momentos durantes jogos famosos e até mesmo ver o campo de futebol.

Grande parte do conteúdo do Museu é multimídia, sendo que o material escrito é fornecido em inglês, espanhol e português. Os guias de áudio também estão disponíveis nesses idiomas.

O mais bacana é saber que o estádio continua o mesmo desde a Copa do Mundo de 1950, com as únicas grandes mudanças estruturais desde então sendo a remoção de uma concha acústica em uma extremidade, sendo substituído por uma arquibancada independente.

 

2 – Museu Olímpico

O Museu Olímpico de Lausanne, na Suíça, tem uma sensação de grandeza que se adapta ao seu objetivo, que é retratar um pouco sobre o surgimento e a evolução dos Jogos Olímpicos.

O local pode ser dividido em três seções:

A primeira, o Olympic World, leva os visitantes pela história dos esportes. Começa com os antigos Jogos Olímpicos, que ocorreram na Grécia há quase dois mil anos, e conta a história das Olimpíadas modernas, que o Barão Pierre de Coubertin visualizou pela primeira vez em 1894.

Na segunda seção, Olympic Games, os visitantes podem ler um arquivo de imagens documentando momentos icônicos dos Jogos.

A terceira seção, Olympic Spirit, captura a experiência de uma vila olímpica moderna. Os visitantes podem testar suas habilidades contra atletas virtuais como Usain Bolt. Essa experiência costuma ser um dos trechos favoritos dos amantes de esportes.

3 – Museu do Tênis

Inaugurado em 1977 para comemorar o centésimo aniversário dos campeonatos de Wimbledon, o Museu de Tênis é atualmente o maior museu da modalidade do mundo. Possui dezenas de milhares de artefatos históricos e um sistema interativo de exibição.

Entre os objetos que fazem parte das exposições estão decorações, medalhas e decorações dadas ao longo de três décadas, uma publicação sobre partidas antigas, estilos clássicos de equipamento, da era vitoriana até os dias atuais, e lembranças de muitos dos melhores jogadores do mundo atual.

O mais interessante é que os visitantes podem visualizar como uma pessoa ficaria ao vestir cada um desses equipamentos. Isso é possível através de um holograma do tenista John McEnroe, um dos maiores atletas da categoria.

Se preferir, também é possível fazer um tour pelos bastidores pelos famosos locais do planeta.

4 – Museu do Esporte

O Museu de Esportes foi inaugurado em 30 de julho de 1999 e está localizado em São José dos Campos. Seu objetivo é trazer exposições que remetem à história dos esportes na cidade.

No início, o estabelecimento estava instalado na região norte, no bairro de Santana. Em dezembro de 2002, foi transferido para o antigo prédio da Câmara Municipal, onde permanece até hoje. A principal justificativa da mudança foi para facilitar o acesso por parte dos visitantes.

A formação do acervo se iniciou com a doação da coleção de José Antônio Walter Friggi, um dos maiores esportistas joseenses, que ao longo de 30 anos reuniu diversos itens que hoje fazem parte da coleção.

Com passar do tempo o acervo continuou a crescer cada vez mais com diversas doações de outros esportistas da cidade.

Atualmente o acervo conta com mais de 13,500 objetos, sendo fotos, artigos de jornais, livros, revistas, troféus, DVDs, VHS, medalhas, uniformes e muito mais.

5 – Museu Aeroterrestre da Brigada de Infantaria Paraquedista

Para fechar a lista, a última sugestão de museu é uma junção de esportes radicais com atividades militares. Estamos falando do Museu Aeroterrestre da Brigada de Infantaria Paraquedista (MusAet), que fica no Centro de Instrução Paraquedista General Penha Brasil, no Rio de Janeiro.

É relativamente novo, com sua inauguração realizada em 2015 e até pode ser considerado pequeno quando comparado às outras opções apresentadas, mas suas exposições são definitivamente fascinantes.

É dedicado a mostrar a história dos esportes militares, principalmente, do paraquedismo no Brasil. Ele também enaltece os combatentes paraquedistas do Exército Brasileiro que perderam a vida pela Pátria.

O museu conta ainda com uma exposição de fotos e imagens das atividades aeroterrestre ao longo do tempo. Grande parte dos itens do museu são pertences do General Roberto de Pessoa e General Penha Brasil.

A título de curiosidade, o General Roberto de Pessoa foi o primeiro paraquedista militar do Brasil, considerado o pai do paraquedismo do País.

O Museu Aeroterrestre da Brigada de Infantaria Paraquedista também conta a história do primeiro cão Paraquedista, “Cão Piloto”, a “Motocicleta Voadora” e a “Carrocinha do Seu Moreira”.

Se você é fã de esportes e busca adrenalina, saltar de paraquedas é uma ótima opção!

Qual dessas modalidades é a sua favorita? Não deixe de visitar esses museus, você pode descobrir uma nova paixão.

Postagens Relacionadas

logo WhatsApp

Entre em contato com a Sky Company Paraquedismo:

como chegar
clique aqui e trace sua rota pelo Waze
como chegar de ônibus
© Copyright 2020 | Sky Company Paraquedismo - Boituva, SP | Todos os direitos reservados - Política de Privacidade